Enjoy SmartLeges Premium!

Subscribe to SmartLeges Premium and enjoy the following advantages:

  • Consult as many laws as you need with no additional charge
  • Consult almost any law in several countries with the new advanced search engine. All legislation within reach!
  • Enjoy all SmartLeges functions without restrictions
See the plans

An essential and free application for professionals and students in the legal sector

Read more
 

Sign up for free!

Would you like to consult this and other laws complete?

Sign up for free to consult all the laws of SmartLeges in your mobile phone or tablet, as well as underline text, add notes...

Sign up for free!

Share this law Other laws of Brazil
Email Facebook Twitter Google Linkedin Tumblr

AUTORIZA O CIDADAO BRASILEIRO ARLINDO SALAZAR DA VEIGA PESSOA A PESQUISAR DIAT OMITA E ASSOCIADOS NO MUNICIPIO DE RECIFE, DO ESTADO DE PERNAMBUCO

Alteração: REV. PELO DEC. S/N de 15-02-1991


  • Alteração 15-02-1991

Artigo 1

Fica autorizado o cidadão brasileiro Arlindo Salazar da Veiga Pessoa a pesquisar diatomita e associados numa área de duzentos e oitenta hectares e quarenta e cinco ares (280,45 Ha), no lugar denominado Engenho São Paulo - Areias, município de Recife do Estado de Pernambuco, área essa delimitada por um contôrno poligonal que tem um vértice a trezentos e cinco metros (305m), rumo verdadeiro sessenta e dois graus e quarenta e cinco minutos noroeste (62º 45’ NW) do entroncamento das avenidas da Liberdade e Dias Martins e cujos lados a partir dêsse vértice têm os seguintes comprimentos e rumos: mil quinhentos e setenta e cinco metros (1.575m), sessenta e um graus e quarenta e cinco minutos nordeste (61º 45’ NE); cento e vinte e três metros (123m), treze graus nordeste (13º NE); quinhentos e cinqüenta e cinco metros (555m), oitenta e nove graus sudeste (89º SE); oitocentos e cinqüenta e seis metros (856m), vinte e sete graus e trinta e cinco minutos nordeste (27º 35’ NE); quinhentos e noventa e quatro metros (594m), sessenta e nove graus e quinze minutos sudeste (69º 15’ SE); seiscentos e trinta e oito metros (638m), doze graus e quarenta minutos sudoeste (12º 40’ SW); trezentos e vinte e oito metros (328m), setenta e dois graus e dezesseis minutos sudeste (72º 16’ SE); duzentos e setenta e nove metros (279m), vinte e um graus e trinta e cinco minutos sudoeste (21º 35’ SW); trezentos e dezoito metros (318m), oitenta e sete graus e quinze minutos sudoeste (87º 15’ SW); setecentos e cinqüenta e dois metros (752m), quatro graus e dezoito minutos sudeste (4º18’ SE); quatrocentos e oito metros (408m), setenta e cinco graus e quarenta e três minutos sudoeste (75º 43’ SW); quinhentos e dezessete metros (517m), vinte e um graus e trinta minutos sudoeste (21º 30’ SW); seiscentos e trinta e oito metros (638m), setenta e um graus sudoeste (71º SW); duzentos e setenta e nove metros (279m), cinqüenta e cinco graus e trinta minutos noroeste (55º 30’ NW); mil e vinte metros (1.020m), sessenta e três graus e quinze minutos sudoeste (63º 15’ SW); seiscentos e vinte metros (620m), quarenta graus e trinta e dois minutos noroeste (40º 32’ NW).

Artigo 2

Esta autorização é outorgada nos têrmos estabelecidos no Código de Minas.

Artigo 3

O título da autorização de pesquisa, que será uma via autêntica dêste decreto, pagará a taxa de dois mil oitocentos e dez cruzeiros (Cr$2.810,00) e será transcrito no livro próprio da Divisão de Fomento da Produção Mineral do Ministério da Agricultura.

Artigo 4

Revogam-se as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 16 de setembro de 1943, 122º da Independência e 55º da República.

Getulio vargas

Apolônio Sales