Enjoy SmartLeges Premium!

Subscribe to SmartLeges Premium and enjoy the following advantages:

  • Consult as many laws as you need with no additional charge
  • Consult almost any law in several countries with the new advanced search engine. All legislation within reach!
  • Enjoy all SmartLeges functions without restrictions
See the plans

An essential and free application for professionals and students in the legal sector

Read more
 

Sign up for free!

Would you like to consult this and other laws complete?

Sign up for free to consult all the laws of SmartLeges in your mobile phone or tablet, as well as underline text, add notes...

Sign up for free!

Share this law Other laws of Brazil
Email Facebook Twitter Google Linkedin Tumblr

CÓDIGO BRASILEIRO DE AERONÁUTICA

Dispõe Sobre o Código Brasileiro de Aeronáutica.

Alteração: LEI Nº 13.319 de 25-07-2016

Ministério da Aeronáutica - Maer

D.O.U. DE 23/12/1986, P 19567


  • Título I. Introdução
    • Capítulo I. Disposições Gerais
    • Capítulo II. Disposições de Direito Internacional Privado
  • Título II. Do Espaço Aéreo e Seu Uso para Fins Aeronáuticos
    • Capítulo I. Do Espaço Aéreo Brasileiro
    • Capítulo II. Do Tráfego Aéreo
    • Capítulo III. Entrada e Saída do Espaço Aéreo Brasileiro
  • Título III. Da Infra-Estrutura Aeronáutica
    • Capítulo I. Disposições Gerais
    • Capítulo II. Do Sistema Aeroportuário
      • Seção I. Dos Aeródromos
      • Seção II. Da Construção e Utilização de Aeródromos
      • Seção III. Do Patrimônio Aeroportuário
      • Seção IV. Da Utilização de Áreas Aeroportuárias
      • Seção V. Das Zonas de Proteção
    • Capítulo III. Do Sistema de Proteção Ao Vôo
      • Seção I. Das Várias Atividades de Proteção Ao Vôo
      • Seção II. Da Coordenação de Busca, Assistência e Salvamento
    • Capítulo IV. Do Sistema de Segurança de Vôo
      • Seção I. Dos Regulamentos e Requisitos de Segurança de Vôo
      • Seção II. Dos Certificados de Homologação
    • Capítulo V. Sistema de Registro Aeronáutico Brasileiro
      • Seção I. Do Registro Aeronáutico Brasileiro
      • Seção II. Do Procedimento de Registro de Aeronaves
    • Capítulo VI. (Redação Dada Pela Lei Nº 12.970, de 2014). Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos - Sipaer
      • Seção I. Da Investigação Sipaer
      • Seção II. Da Competência para a Investigação Sipaer
      • Seção III. Do Sigilo Profissional e da Proteção À Informação
      • Seção IV. Do Acesso Aos Destroços de Aeronave
    • Capítulo VII. Sistema de Facilitação, Segurança da Aviação Civil e Coordenação do Transporte Aéreo
      • Seção I. Da Facilitação do Transporte Aéreo
      • Seção II. Da Segurança da Aviação Civil
      • Seção III. Da Coordenação do Transporte Aéreo Civil
    • Capítulo VIII. Sistema de Formação e Adestramento de Pessoal
      • Seção I. Dos Aeroclubes
      • Seção II. Da Formação e Adestramento de Pessoal de Aviação Civil
      • Seção III. Da Formação e Adestramento de Pessoal Destinado À Infra-Estrutura Aeronáutica
    • Capítulo IX. Sistema de Indústria Aeronáutica
    • Capítulo X. Dos Serviços Auxiliares
    • Capítulo XI. Sistema de Coordenação da Infra-Estrutura Aeronáutica
  • Título IV. Das Aeronaves
    • Capítulo I. Disposições Gerais
    • Capítulo II. Da Nacionalidade, Matrícula e Aeronavegabilidade
      • Seção I. Da Nacionalidade e Matrícula
      • Seção II. Do Certificado de Aeronavegabilidade
    • Capítulo III. Da Propriedade e Exploração da Aeronave
      • Seção I. Da Propriedade da Aeronave
      • Seção II. Da Exploração e do Explorador de Aeronave
    • Capítulo IV. Dos Contratos Sobre Aeronave
      • Seção I. Do Contrato de Construção de Aeronave
      • Seção II. Do Arrendamento
      • Seção III. Do Fretamento
      • Seção IV. Do Arrendamento Mercantil de Aeronave
    • Capítulo V. Da Hipoteca e Alienação Fiduciária de Aeronave
      • Seção I. Da Hipoteca Convencional
      • Seção II. Da Hipoteca Legal
      • Seção III. Da Alienação Fiduciária
    • Capítulo VI. Do Seqüestro, da Penhora e Apreensão da Aeronave
      • Seção I. Do Seqüestro da Aeronave
      • Seção II. Da Penhora Ou Apreensão da Aeronave
  • Título V. Da Tripulação
    • Capítulo I. Da Composição da Tripulação
    • Capítulo II. Das Licenças e Certificados
    • Capítulo III. Do Comandante de Aeronave
  • Título VI. Dos Serviços Aéreos
    • Capítulo I. Introdução
    • Capítulo II. Serviços Aéreos Privados
    • Capítulo III. Serviços Aéreos Públicos
      • Seção I. Da Concessão Ou Autorização para os Serviços Aéreos Públicos
      • Seção II. Da Aprovação dos Atos Constitutivos e Suas Alterações
      • Seção III. Da Intervenção, Liquidação e Falência de Empresa Concessionária de Serviços Aéreos Públicos
      • Seção IV. Do Controle e Fiscalização dos Serviços Aéreos Públicos
    • Capítulo IV. Dos Serviços Aéreos Especializados
    • Capítulo V. Do Transporte Aéreo Regular
      • Seção I. Do Transporte Aéreo Regular Internacional
      • Seção II. Do Transporte Doméstico
    • Capítulo VI. Dos Serviços de Transporte Aéreo Não Regular
  • Título VII. Do Contrato de Transporte Aéreo
    • Capítulo I. Disposições Gerais
    • Capítulo II. Do Contrato de Transporte de Passageiro
      • Seção I. Do Bilhete de Passagem
      • Seção II. Da Nota de Bagagem
    • Capítulo III. Do Contrato de Transporte Aéreo de Carga
  • Título VIII. Da Responsabilidade Civil
    • Capítulo I. Da Responsabilidade Contratual
      • Seção I. Disposições Gerais
      • Seção II. Do Procedimento Extrajudicial
      • Seção III. Da Responsabilidade por Dano a Passageiro
      • Seção IV. Da Responsabilidade por Danos À Bagagem
      • Seção V. Da Responsabilidade por Danos À Carga
    • Capítulo II. Da Responsabilidade por Danos em Serviços Aéreos Gratuitos
    • Capítulo III. Da Responsabilidade para Com Terceiros Na Superfície
    • Capítulo IV. Da Responsabilidade por Abalroamento
    • Capítulo V. Da Responsabilidade do Construtor Aeronáutico e das Entidades de Infra-Estrutura Aeronáutica
    • Capítulo VI. Da Garantia de Responsabilidade
    • Capítulo VII. Da Responsabilidade Civil No Transporte Aéreo Internacional
  • Título IX. Das Infrações e Providências Administrativas
    • Capítulo I. Dos Órgãos Administrativos Competentes
    • Capítulo II. Das Providências Administrativas
    • Capítulo III. Das Infrações
    • Capítulo IV. Da Detenção, Interdição e Apreensão de Aeronave
    • Capítulo V. Da Custódia e Guarda de Aeronave
  • Título X. Dos Prazos Extintivos
  • Título XI. Disposições Finais e Transitórias
  • Alteração 25-07-2016
  • Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140 Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140
  • Alteração 01-03-2016
  • Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140 Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140
  • Alteração 15-06-2015
  • Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140 Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140
  • Alteração 19-01-2015
  • Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140 Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140
  • Alteração 08-05-2014
  • Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140 Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140
  • Alteração 26-11-2013
  • Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140 Notice: Undefined variable: library in /var/www/vhosts/smartleges.com/juris/application/views/scripts/site/law-content.phtml on line 140
  • Alteração 05-03-1998

Título I
Introdução

Capítulo I
Disposições Gerais

Artigo 1°

O Direito Aeronáutico é regulado pelos Tratados, Convenções e Atos Internacionais de que o Brasil seja parte, por este Código e pela legislação complementar.

§ 1° Os Tratados, Convenções e Atos Internacionais, celebrados por delegação do Poder Executivo e aprovados pelo Congresso Nacional, vigoram a partir da data neles prevista para esse efeito, após o depósito ou troca das respectivas ratificações, podendo, mediante cláusula expressa, autorizar a aplicação provisória de suas disposições pelas autoridades aeronáuticas, nos limites de suas atribuições, a partir da assinatura (artigos 14, 204 a 214).

§ 2° Este Código se aplica a nacionais e estrangeiros, em todo o Território Nacional, assim como, no exterior, até onde for admitida a sua extraterritorialidade.

§ 3° A legislação complementar é formada pela regulamentação prevista neste Código, pelas leis especiais, decretos e normas sobre matéria aeronáutica (artigo 12).

Artigo 2°

Para os efeitos deste Código consideram-se autoridades aeronáuticas competentes as do Ministério da Aeronáutica, conforme as atribuições definidas nos respectivos regulamentos.

Capítulo II
Disposições de Direito Internacional Privado

Artigo 3°

Consideram-se situadas no território do Estado de sua nacionalidade:

I - as aeronaves militares, bem como as civis de propriedade ou a serviço do Estado, por este diretamente utilizadas (artigo 107, §§ 1° e 3°);

II - as aeronaves de outra espécie, quando em alto mar ou região que não pertença a qualquer Estado.

Parágrafo único. Salvo na hipótese de estar a serviço do Estado, na forma indicada no item I deste artigo, não prevalece a extraterritorialidade em relação à aeronave privada, que se considera sujeita à lei do Estado onde se encontre.

Artigo 4°

Os atos que, originados de aeronave, produzirem efeito no Brasil, regem-se por suas leis, ainda que iniciados no território estrangeiro.

Artigo 5°

Os atos que, provenientes da aeronave, tiverem início no Território Nacional, regem-se pelas leis brasileiras, respeitadas as leis do Estado em que produzirem efeito.

Artigo 6°

Os direitos reais e os privilégios de ordem privada sobre aeronaves regem-se pela lei de sua nacionalidade.

Artigo 7°

As medidas assecuratórias de direito regulam-se pela lei do país onde se encontrar a aeronave.

Artigo 8°

As avarias regulam-se pela lei brasileira quando a carga se destinar ao Brasil ou for transportada sob o regime de trânsito aduaneiro (artigo 244, § 6°).

Artigo 9°

A assistência, o salvamento e o abalroamento regem-se pela lei do lugar em que ocorrerem (artigos 23, § 2°, 49 a 65).

Parágrafo único. Quando pelo menos uma das aeronaves envolvidas for brasileira, aplica-se a lei do Brasil à assistência, salvamento e abalroamento ocorridos em região não submetida a qualquer Estado.

Artigo 10

Não terão eficácia no Brasil, em matéria de transporte aéreo, quaisquer disposições de direito estrangeiro, cláusulas constantes de contrato, bilhete de passagem, conhecimento e outros documentos que:

I - excluam a competência de foro do lugar de destino;

II - visem à exoneração de responsabilidade do transportador, quando este Código não a admite;

III - estabeleçam limites de responsabilidade inferiores aos estabelecidos neste Código (artigos 246, 257, 260, 262, 269 e 277).

Título II
Do Espaço Aéreo e Seu Uso para Fins Aeronáuticos

Capítulo I
Do Espaço Aéreo Brasileiro