¡Disfruta de SmartLeges Premium!

Suscríbete a SmartLeges Premium y disfruta de estas ventajas:

  • Consulta tantas leyes como necesites, gratuitas o de pago, sin coste adicional
  • Consulta casi cualquier ley en varios países gracias al nuevo buscador avanzado. ¡Toda la legislación a tu alcance!
  • Disfruta de todas las características de SmartLeges sin restricciones
Ver los planes

Una aplicación imprescindible y gratuita para profesionales y estudiantes del sector jurídico

Leer más
 

¡Regístrate gratis!

¿Quieres consultar esta y otras leyes completas?

Regístrate gratis y podrás consultar las leyes en tu móvil o tablet, además de subrayar textos, añadir notas...

¡Regístrate gratis!

Compartir esta ley Otras leyes de Brasil
Email Facebook Twitter Google Linkedin Tumblr

DISPÕE SOBRE O SISTEMA DE SERVIÇOS GERAIS DOS ÓRGÃOS CIVIS DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL DIRETA E DAS AUTARQUIAS FEDERAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS

Alteração: DEC 1.094 de 23-03-1994

Ministério da Justiça - Mj; Ministério das Relações Exteriores - Mre; Ministério da Fazenda - Mf; Ministério dos Transportes - Mtr; Ministério da Agricultura - Magr; Ministério da Educação e Cultura - Mec; Ministério do Trabalho - Mtb; Ministério da Saúde

DOFC DE 25/04/1975, P. 4849


  • Alteração 23-03-1994

Artigo 2

O SISG compreende:

I - O Órgão Central, responsável pelo estudo, formulação de diretrizes, orientação, coordenação, supervisão, controles e fiscalização específica dos assuntos relativos a Serviços Gerais e das atividades do Sistema;

II – Órgãos Setoriais: Departamentos, Divisões ou outras unidades incumbidas especificamente de atividades concernentes ao Sistema, nos Ministérios e Órgãos integrantes da Presidência da República; e

III - Órgãos Seccionais: Departamentos, Divisões ou outras unidades incumbidas especificamente de atividades concernentes ao Sistema, nas autarquias federais.

Artigo 3

Os Órgãos Setoriais e Seccionais do SISG vinculam-se ao Órgão Central para os estritos efeitos do disposto neste decreto, sem prejuízo da subordinação administrativa decorrente de sua posição na estrutura do Ministério, órgão integrante da Presidência da República ou Autarquia.

Parágrafo único. Aos Órgãos Setoriais, na área de cada Ministério, caberá promover a articulação entre os Órgãos Seccionais que lhe sejam vinculados e o Órgão Central do Sistema.

Artigo 4

Incumbe ao Órgão Central do SISG, com observância das leis e regulamentos pertinentes:

I - quanto a Edifícios Públicos e Imóveis Residenciais:

a) expedir normas para disciplinar a construção, conservação e administração de edifícios públicos e imóveis residenciais, bem assim das respectivas instalações;

b) expedir normas para disciplinar a construção, aquisição, alienação, locação, ocupação, conservação e manutenção de unidades residenciais destinadas a servidores públicos; e

c) supervisionar e coordenar a execução das normas de que tratam as alíneas anteriores ou executá-las quando julgar necessário.

II - quanto a Material:

a) fixar os padrões e especificações do material para uso do Serviço Público; e

b) expedir normas para disciplinar a aquisição, distribuição, alienação, conservação e manutenção de material permanente e de consumo.

III - quanto a Transporte:

a) expedir normas para disciplinar a aquisição, alienação, conservação, guarda, manutenção e utilização de veículos oficiais;

b) expedir normas para disciplinar a lotação de serviços de terceiros no transporte de servidores ou de material;

c) expedir normas relativas à limitação e controle do consumo de combustível e lubrificantes; e

d) expedir normas para disciplinar a aquisição de passagens de transporte aéreo, marítimo e terrestre nos deslocamentos de servidores.

IV - quanto a Protocolo, Movimentação de Expedientes, Arquivo e Transmissão e Recepção de Mensagens:

a) expedir normas para disciplinar o registro de entrada, tramitação e expedição de processos e documentos;

b) expedir normas para disciplinar o uso, guarda, conservação, reprodução e incineração de processos e documentos; e

c) expedir normas para disciplinar a transmissão e recepção de mensagens.

Parágrafo único. Realizar-se-ão sob a forma de auditoria o controle, a fiscalização e a orientação específica das atividades do SISG.

Artigo 5

Os Órgãos Setoriais e Seccionais do SISG são responsáveis pela gestão e execução das atividades dos Serviços Gerais nas respectivas áreas, salvo nos casos em que, por conveniência do Sistema, a critério do Órgão Central, deva ser centralizada a realização dessas atividades.

Artigo 6°

Quando ocorrer execução de tarefas comuns, que requeiram a prestação de serviços remunerados de outras entidades, públicas ou particulares, as despesas serão rateadas pelos órgãos do Sistema, ainda que o Serviço seja executado através do Órgão Central.

Artigo 7°

Na estruturação e funcionamento do Sistema será vedada a repetição de registros.

Artigo 8

Observado o disposto neste Decreto, a organização ou reorganização dos Órgãos Setoriais e Seccionais do SISG será progressivamente regulada, ouvido o Órgão Central.

Artigo 9

O DASP funcionará como Órgão Central do SISG, sem prejuízo de suas atividades como Órgãos de assessoramento imediato do Presidente da República e de Órgão Central do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal.

Artigo 10

A Coordenação do Desenvolvimento de Brasília (CODEBRÁS) e o Grupo Executivo da Complementação da Mudança dos Órgãos da Administração, Federal para Brasília - GEMUD passam a integrar, provisoriamente, sem prejuízo de suas atividades, a estrutura do DASP.

Artigo 11

No prazo de 30 (trinta) dias, o DASP deverá propor os atos destinados à adaptação de suas finalidades e estrutura, para atender ao disposto neste artigo e demais providências legais e regulamentares que se fizerem necessárias para o funcionamento do SISG.

Artigo 12

Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogados as disposições em contrário.

Brasília, 24 de abril de 1975; 154º da Independência e 87º da República.

ERNESTO GEISEL
Armando Falcão
Antônio Francisco Azeredo da Silveira
Mário Henrique Simonsen
Dyrceu Araújo Nogueira
Alysson Paulinelli
Ney Braga
Arnaldo Prieto
Paulo de Almeida Machado
Severo Fagundes Gomes
Shigeaki Ueki
João Paulo dos Reis Velloso
Maurício Rangel Reis
Euclides de Quandt de Oliveira
Hugo de Andrade Abreu
Golbery do Couto e Silva
João Baptista de Oliveira Figueiredo
L.G. do Nascimento e Silva


Este texto não substitui o publicado no D.O.U. de 25.4.1975