¡Disfruta de SmartLeges Premium!

Suscríbete a SmartLeges Premium y disfruta de estas ventajas:

  • Consulta tantas leyes como necesites, gratuitas o de pago, sin coste adicional
  • Consulta casi cualquier ley en varios países gracias al nuevo buscador avanzado. ¡Toda la legislación a tu alcance!
  • Disfruta de todas las características de SmartLeges sin restricciones
Ver los planes

Una aplicación imprescindible y gratuita para profesionales y estudiantes del sector jurídico

Leer más
 

¡Regístrate gratis!

¿Quieres consultar esta y otras leyes completas?

Regístrate gratis y podrás consultar las leyes en tu móvil o tablet, además de subrayar textos, añadir notas...

¡Regístrate gratis!

Compartir esta ley Otras leyes de Brasil
Email Facebook Twitter Google Linkedin Tumblr

AUTORIZA A CESSAO, SOB A FORMA DE UTILIZACAO GRATUITA, DO TERRENO QUE MENCI ONA, SITUADO NO MUNICIPIO DE DUQUE DE CAXIAS, ESTADO DO RIO DE JANEIRO. SOMLEY - SOCIEDADE MADEIRA DE LEY

Alteração: REV. P/ DEC. S/N de 15-02-1991

Imovel.

DOFC 17 08 1976 010855 3


  • Alteração 15-02-1991

Artigo 1

Fica o Serviço do Patrimônio da União autorizado a promover a cessão, sob a forma de utilização gratuita, à Sociedade Madeira de Ley - SOMLEY, do terreno, com a área de 47.932,42 m2 (quarenta e sete mil, novecentos e trinta e dois metros quadrados e quarenta e dois decímetros quadrados), com frente para a estrada principal e testadas secundárias para a rua lateral ao rio Saracuruna e a via de acesso à Praça Roberto Silveira, na localidade de Xerém, Município de Duque de Caxias, Estado do Rio de Janeiro, de acordo com os elementos constantes do processo protocolizado no Ministério da Fazenda sob o nº 0768-27.767, de 1975.

Artigo 2

O terreno a que se refere o artigo anterior destina-se à construção e instalação de uma Faculdade de Educação Física, dotada de "campus" universitário.

Artigo 3

É fixado o prazo de dois (2) anos, a contar da data da assinatura do contrato de cessão, para que se concretize a finalidade prevista no artigo 2º deste Decreto, tornando-se nula a cessão, sem direito a cessionária a qualquer indenização, inclusive por benfeitorias realizadas, se inobservado o prazo previsto, ou se ao terreno, no todo ou em parte, vier a ser dada destinação diversa, ou, ainda, se ocorrer inadimplemento de cláusula do contrato, que será lavrado em livro próprio do serviço do Patrimônio da União.

Artigo 4

Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.